Arenas Advogados
Atitude tributária capaz de revolucionar negócios.

Contribuir para a sobrevivência da empresa, criar vantagem competitiva e auxiliar o gestor na tomada de decisões. A atuação tributária do Arenas é capaz de transformar negócios.

Saiba mais

Ilustração de introdução do site Arenas Tributário

SERVIÇOS

Contencioso Tributário

Contencioso Tributário

• Processos judiciais;
• Defesa em processos administrativos fiscais;
• Processo de consulta fiscal;

Saiba mais

Soluções corporativas tributárias

Soluções Corporativas

• Recuperação de créditos;
• Planejamento tributário;
• Mapa fiscal;
• Gestão do passivo tributário;
• Auditorias;
Due Diligence Tributária.

Saiba mais

Imagem representando comércio exterior

Comércio Exterior e Aduana

• Tributos aduaneiros;
• Procedimentos aduaneiros;
• Defesas comerciais;
• Contratos internacionais;
• Representações.

Saiba mais

Imagem representando outsourcing tributário

Outsourcing Tributário

• Equipe de apoio nas rotinas fiscais junto ao departamento contábil e financeiro da empresa.

Saiba mais

Compliance e Governança Tributária

O planejamento tributário é essencial para a desoneração fiscal, sendo peça fundamental para a criação de vantagem competitiva. Ele deve fazer parte do cotidiano da empresa desde que esteja aliado a programas de integridade e conformidade

Conheça o programa Arenas de alavancagem financeira.

News

A REVISÃO DA FOLHA NA REDUÇÃO DOS ENCARGOS TRABALHISTAS DE SUA EMPRESA

A REVISÃO DA FOLHA NA REDUÇÃO DOS ENCARGOS TRABALHISTAS DE SUA EMPRESA

Uma análise sob a ótica da parcela da contribuição previdenciária

É inquestionável que a real dimensão do custo da mão de obra de uma empresa vai muito além do salário pago ao empregado, compreendendo uma série de encargos, entre eles a conhecida “cota patronal”. Mas você sabia que há chances de sua empresa estar pagando valores indevidos a título de contribuição previdenciária de seus empregados?

Leia mais

INEXISTEM DÚVIDAS SOBRE A BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS

INEXISTEM DÚVIDAS SOBRE A BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS

Olhem bem para o ponto vermelho! Esta é a mensagem interpretada da Solução de Consulta n° 13 de 2018 da Receita Federal do Brasil lançada sobre a tese/decisão do STF sobre a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS.


Com a referida orientação, a União, por meio da Secretaria da Receita Federal, lança dúvidas sobre a tese definida pelo Suprema Corte, mitigando-a. Segundo a interpretação do julgado, desfavorável aos contribuintes, só será possível excluir da base de cálculo da contribuição previdenciária especial, o ICMS efetivamente pago (excluído o ICMS creditado) e não o ICMS faturado.


Com base neste argumento, a Receita Federal sustenta ainda não estar definido o julgamento, na dependência de análise de embargos de declaração opostos pela PGFN contra a decisão do plenário do STF.

Leia mais

TIRO NO PÉ

TIRO NO PÉ

Receita Federal responde com arbitrariedade pleito dos despachantes aduaneiros no OEA 

Uma síntese sobre as alterações prejudiciais aos despachantes aduaneiros trazidas pela IN RFB n° 1.834/2018

 

Leia mais

Exclusão do ICMS da base de cálculo do Funrural

Exclusão do ICMS da base de cálculo do Funrural

Frigorífico em São José do Rio Preto conquista direito de excluir ICMS do cálculo do Funrural

Leia mais

Judiciário emite primeiras decisões contra o bloqueio de bens de contribuintes pela União sem autorização judicial

Judiciário emite primeiras decisões contra o bloqueio de bens de contribuintes pela União sem autorização judicial

Contribuintes inscritos na dívida ativa da União conseguem primeiras liminares preventivas contra a tentativa de bloqueio de bens.

Leia mais

Habeas Corpus conquistado pelo Arenas é destaque no mais importante veículo de notícias jurídicas do Brasil.

Habeas Corpus conquistado pelo Arenas é destaque no mais importante veículo de notícias jurídicas do Brasil.

Presidente do STJ, ministra Laurita Vaz, destacou em sua sentença que a execução provisória da pena, permitida pelo Supremo Tribunal Federal para a prisão de réus logo após condenação de segunda instância, não pode ser aplicada para restritivas de direitos. Isso porque o artigo 147 da Lei de Execução Penal (7.210/1984) é claro ao exigir trânsito em julgado para o início do cumprimento da decisão.

Leia mais

Contato

São Paulo – Capital

Avenida Paulista - 1765- 11° andar
conj. 111 - Jardins - CEP01311-200
Tel:55(11) 3262-4279

São José do Rio Preto, SP

Av. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 5.000 cj 1908/1909
Bairro Iguatemi - (Ed. Iguatemi Business)
CEP 15093-340 - Tel: 55 (17) 3364-9850
Envie sua mensagem
Copyright Arenas Advogados 2017